Últimas Notícias:

O Banpará. A Ruth Pimentel. Os Créditos. As Empresas de Recuperação e os R$ 9,6 Milhões

O Igeprev. A GGS Vigilância. As Unidades e o Contrato de R$ 5,3 Milhões

O Igeprev, leia-se Giussep Mendes, continua gastando a rodo. Vejam só !! O Instituto vai pagar R$ 5.338.712,88 (cinco milhões trezentos e trinta e oito mil setecentos e doze reais e oitenta e oito centavos) à empresa C & S Vigilância e Segurança Patrimonial Ltda para prestação de serviço continuado de Vigilância Armada, sob demanda, para atender as atuais e futuras unidades descentralizadas no Instituto de Gestão previdenciária do estado do Pará no interior do Estado, que compreenderá, além da mão de obra, o fornecimento de todos os insumos e emprego dos equipamentos necessários à execução dos serviços. Haja dinheiro público !!!♥♦♣♠

A Vovó Metralha. O Ophir Loyola. A Lavanderia Rio. A Roupa Suja e os R$ 700 Mil

A Ivete Gadelha Vaz, alcunhada como “Vovó Metralha”, pelo deputado estadual Delegado Kaveira, mal esquentou a cadeira da chefia do Hospital Ophir Loyola e já começou a mandar bala. Vejam só !! Ela autorizou o 7º aditivo com a Lavanderia Rio Eireli, por mais 3 meses, no valor de R$ 711.450,00 (setecentos e onze mil quatrocentos e cinqüenta reais), para a lavagem da roupa suja da instituição. Da – lhe Ivete ♥♦♣♠

A SEGUP. Os Praças da PM. O Curso de Formação e os R$ 84 Milhões

Polícia para quem precisa ! O quase ex-secretário de segurança pública do Pará, Uallame Machado, aprovou o projeto pedagógico do Curso de Formação de praças da Polícia Militar do Pará - CFP 2022, com carga horária de 1.630 horas aula, elaborado pelo Departamento - Geral de Educação e Cultura - DGEC/PMPA, na modalidade presencial, no valor total de R$ 84.900.046,43 (oitenta e quatro milhões, novecentos mil, quarenta e seis reais e quarenta e três centavos), com a Supervisão pedagógica da Coordenadoria de Ensino Profissional do IESP.♥♦♣♠

A SEAP. O Jarbas. A Coplatex. Os 2 Mil Coletes e o Contrato de R$ 2,7 Milhão

O diretor da SEAP, o todo poderoso Jarbas Vasconcelos, acaba de publicar no Diário Oficial a portaria do contrato celebrado com a empresa Coplatex Indústria e Comércio de Tecidos Ltda, no valor de R$ 2.723.480,00 (dois milhões, setecentos e vinte e três mil, quatrocentos e oitenta reais), cujo objeto é a aquisição de 2.000 (dois mil) Coletes de Proteção Balística para os órgãos que integram o Sistema de Segurança Pública do Estado do Pará. ♥♦♣♠

O Banpará. A Polo Segurança. A Saga Serviços e os Contratos de R$ 44 Milhões

O presidente demorou mais largou o osso. Isso não impediu que o mesmo deixasse o terreno com cara de “terra arrasada”. Vejam só, o Braselino Carlos Assunção, agora ex-presidente do Banpará, chancelou vários contratos milionários antes de deixar o comando do banco estatal. Não era para menos. Vejam só !! Ele assinou e chancelou a contratação emergencial da empresa Polo Segurança Especializada, para prestação de serviço de vigilância armada ininterrupta, diurna e/ou noturna, inclusive nos finais de semana, abertura e fechamento com custódia de chaves das dependências do Banpará. O valor do contrato, caríssimos leitores, é uma fábula !! Incríveis R$ 34.240.653,58 (trinta e quatro milhões, duzentos e quarenta mil, seiscentos e cinquenta e três reais e cinquenta e oito centavos). E tem mais. Ele deu sinal verde para um aditivo, acreditem, de R$-9.371.900,64 (nove milhões, trezentos e setenta e um mil, novecentos reais e sessenta e quatro centavos), com a empresa Saga Serviços de Vigilância e Transporte de Valores Ltda, para prestação de serviços de transporte, custódia/guarda de numerário e outros valores para atendimento às agências, aos Postos de Atendimento, Caixas Deslocados e Clientes do Banpará. Assim o estado quebra Braselino !!!♥♦♣♠