• O Antagônico

11 de Maio e o Reggae




Hoje é terça-feira, 11 de maio. 131.º dia do ano no calendário gregoriano (132.º em anos bissextos). Faltam 234 dias para acabar o ano. Dia da Integração do Telégrafo e Dia Nacional do Reggae.





O MPT, A Fadesp e a UFPA


O Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá (MPT-PAAP) reverteu R$ 6.000,00 ao Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Pará (CHU-UFPA) para o atendimento de pacientes com covid-19. Essa é uma ação realizada pela UFPA em parceria com a Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), chamada Projeto Solidariedade UFPA FADESP. O Complexo Hospitalar da UFPA possui duas unidades: o Hospital Universitário João de Barros Barreto, referência no estado do Pará para o tratamento de casos graves de covid-19, e o Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza. No contexto da pandemia do novo coronavírus a reversão irá contribuir com o CHU-UFPA, que tem realizado diversas ações para auxiliar no combate e no tratamento da doença. O recurso revertido pelo MPT aos hospitais é oriundo de uma multa paga pela empresa Farias e Gonçalves Comunicação por descumprimento de um Termo de Ajuste de Conduta firmado em 2019.


O TJE, Os Jurados e a Condenação do Peteca


Após sete horas de julgamento popular, ocorrido nesta segunda-feira, 10, sete jurados do 1º Tribunal do Júri de Belém votaram pela condenação de Luiz Carlos Oliveira Campelo, 32 anos, conhecido como Peteca, autônomo, acusado de matar a tiros Anderson Moraes de Souza, 20 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 05 de junho de 2016, em frente do estabelecimento comercial “Café Deomar”, localizado na Boulevard Castilhos França, Bairro do Umarizal, quando a vítima saia da festa, acompanhado da mulher e mais um grupo de amigos. A mulher da vítima já conhecia o réu por ele ter sido seu colega no colégio do bairro, reconhecendo ter sido quem matou seu companheiro. A testemunha relatou que o réu que estava acompanhado de outros indivíduos e que eles abordaram seu marido e os amigos, ocasião o grupo dispersou, e na sequência o réu portando uma pistola ponto 40 efetuou nove disparos que atingiram a vítima, tendo a mulher da vítima implorado para não matar o jovem.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo