• O Antagônico

13 de Maio e os 39 Anos de Rondon do Pará, Redenção, Rio Maria e Xinguara


Hoje é quinta-feira,13 de maio. 133.º dia do ano no calendário gregoriano (134.º em anos bissextos). Faltam 232 dias para acabar o ano. O 13 de maio, por tratar-se do 133.º dia do ano é considerado pelas ordens secretas, esotéricas, filosóficas e místicas como sendo uma proporção áurea do ano. Hoje se comemora o dia Dia da Abolição da Escravatura no Brasil (1888), Dia do Zootecnista, Dia da Fraternidade, Dia do Automóvel e Dia Nacional do Chefe de Cozinha. No Pará, hoje é aniversários dos municípios de Rondon do Pará,Redenção, Rio Maria e Xinguara, todos completando hoje 39 anos de história.


A SESPA, O Instituto de Patologia, A Verificação de Óbitos e os R$ 3 Milhões


O Instituto de Patologia Cirúrgica e Molecular Serviços LTDA fechou um contrato milionário com o governo do Pará, através da SESPA, para fornecer exames laboratoriais para verificação de óbitos de pessoas falecidas de morte natural sem ou com assistência médica (sem elucidação diagnóstica). O contrato, assinado dia 10 de maio último, tem validade de 12 meses. O valor global do contrato é de R$ 3.811.200,00 ( Três milhões, Oitocentos e Onze mil e duzentos reais).Trocando em miúdos, todos os meses o Instituto, que tem como sócios Sabrina Francabandiera Silva e Carlos Augusto Moreira Silva, recebe mais de R$ 300 mil reais do erário estadual.


O TCE, As Contas Rejeitadas e a Devolução de R$ 2 Milhões


O Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA) julgou 51 processos, com a manutenção de Acórdão que implica devolução de recursos ao erário paraense. O Pleno manteve a decisão do Acórdão 57.677/18 após conhecer e desprover dois Embargos de Declaração, sendo mantidas as penalidades aplicadas em razão das irregularidades constatadas na Prestação de Contas da Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (SEIRDUM), exercício financeiro de 2010, referente ao Contrato nº 97/2009, firmado para a prestação de serviços técnicos. Desta forma, a ex-gestora Ana Suely Maia de Oliveira terá que devolver R$ 75.581,52 e R$ 63.712,63 atualizados, além de pagar multas regimentais por dano ao erário e pela infração à norma legal. Já o ex-gestor José Andrade Raiol deverá pagar ao estado R$ 2.289.321,21 e demais multas previstas na legislação. O TCE-PA julgou regulares as contas de Prestações oriundas das Prefeituras Municipais de Marabá e de Breves, descritas nos Processos nº 53216-1/2007 e nº 50588-2/2012, respectivamente. Os conselheiros também julgaram regulares as contas de Prestação originária da Prefeitura Municipal de Anajás, conforme Processo nº 52039-0/2018.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo