• O Antagônico

A Agressão. O Fórum de Portel. O Servidor Preso e o Tráfico de Influência



A Corregedoria do TJE do Pará abriu Sindicância para apurar a conduta do auxiliar judiciário da comarca de Portel Edinilson Ferreira do Nascimento, preso em flagrante no dia 29 de junho, acusado dos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no contexto de violência doméstica, e ainda tráfico de influência.


Depois de ser agredida, a vítima, Tamirys Paiva Leão, declarou, em depoimento, que ao dizer ao servidor Edinilson Fereira do Nascimento que iria denunciá-lo, este teria lhe dito “que tinha conhecimento, trabalhava ao lado do juiz, que não ia dar em nada, que ia processá-la, que tem dinheiro, que ganhava a causa quem possui dinheiro, falando que ela era pobre.”


Ao determinar a abertura da Sindicância, a corregedora Rosileide Cunha frisou que “há a necessidade de ser apurada se a conduta do acusado foi consumada, aparentando ter o servidor se utilizado do cargo para tentar obstar a liberdade de atuação e direitos de terceiro, sua vítima.”

219 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo