• O Antagônico

A Cadeia de Parauapebas. O Servidor. A Falsidade Ideológica e o Envolvimento com Familiares de Preso



A Corregedoria Penitenciária do Pará está investigando um rosário de crimes imputados ao servidor das iniciais A.M.B.S, lotado na Cadeia Pública de Parauapebas. As denúncias são de acúmulo de cargo público, assinatura de falsos horários em folha de ponto, falsa comunicação de comparecimento a exames médicos e, de quebra, envolvimento com familiares de detentos. É muito socó pra um só socó coçar !!

134 visualizações0 comentário