• O Antagônico

A Coomigasp. A Ata. A Vitória do Direito. A Deuzita. A Primeira Presidente

Atualizado: Nov 18



De uma canetada só, a presidente da Jucepa, Cilene Sabino, validou, nesta terça-feira, 16, o afastamento da antiga diretoria e consequentemente ratificou e referendou a Ata que elegeu, por esmagadora maioria, Deuzita Rodrigues da Cruz Vieira, como presidente da Cooperativa Mista dos Garimpeiros de Serra Pelada, (Coomigasp). Deuzita é a primeira mulher a presidir a entidade.


A validação da Ata é uma vitória dos advogados Joseane Sousa, Paulo Corrêa e Antônio Carlos, que lutaram incansavelmente para o deslinde da questão.

“A vitória não é só nossa. É , antes de tudo, de toda a sociedade garimpeira espalhada pelos quatros cantos desse imenso Brasil.”

Disse a advogada Joseane Sousa, que representa a Coomigasp na capital paraense.


A decisão de Cilene Sabino põe fim as tentativas de retorno do grupo comandado por Francimar Antonio Silva, ex-presidente da Cooperativa, destituído do cargo em maio deste ano em Assembleia Geral realizada em Curionópolis. Apontado como o mentor de uma série de irregularidades, tão logo foi destituído, Francimar iniciou uma série de investidas na Jucepa, tentando invalidar a Ata que culminou no seu afastamento e demais diretores.


Com efeito, fica validada, a partir de agora, a Assembleia Geral realizada no dia 12 de setembro de 2021, que elegeu Deuzita Vieira como presidente da Coomigasp. A confirmação da eleição da nova diretoria foi comemorada pela classe garimpeira e pelos membros da Coomigasp, que tem filiados em todo o Brasil.

677 visualizações0 comentário