• O Antagônico

A Empresa de Ônibus. A venda. O Pagamento. A Intervenção e o Balaio de Gatos



Algumas coisas só acontecem em Belém ! Vejam só ! foi parar na justiça uma contenda que envolve a venda de uma grande e tradicional empresa de ônibus. Explica-se: um grupo de investidores pagou R$ 50 milhões de reais a vista pela empresa. Até aí estava tudo redondinho. Um verdadeiro céu de brigadeiro. Mas como tudo na vida tem um mas, quando os compradores assumiram o controle, foram surpreendidos por um passivo maior que o revelado.


Como desgraça só quer começo, neste ínterim, um dos ex-sócios, que recebeu no exterior e trouxe parte do pagamento para o Brasil, ingressou na justiça, na cara dura, pedindo a anulação do negócio. E pasmem: este mesmo ex-sócio chamou um dos compradores para ser sócio em uma nova empresa de ônibus.


Durma-se com um barulho desses !! O caldo entornou de tal forma que o juiz da causa determinou uma intervenção judicial na empresa, enquanto tenta entender todo o imbróglio. Resumo da ópera: Quem pagou não leva e quem vendeu segue reclamando sem razão. O balaio de gatos promete !

662 visualizações0 comentário