• O Antagônico

A Ex-Adjunta. O Rolex. O Apartamento. Os R$ 3 Milhões. A Cobrança e o Telhado de Vidro



O Sujo e o Mal Lavado. Realmente é uma figura impar a senhora cujo vídeo viralizou recentemente nas redes sociais. Nas imagens, a dita cuja fala cobras e lagartos para outra senhora dona de uma loja de luxo. O escracho foi porque a segunda teria recebido dinheiro da primeira, por compra de móveis e não teria entregue a mercadoria. Pois bem. Trata-se de um caso clássico do ruim falando do péssimo.


Isto porque, caros eleitores, a denunciante não é a pessoa mais indicada para falar de caráter e honestidade. Depois de circular por Brasília, onde ganhou um vistoso relógio marca Rolex, que ostenta com muito orgulho, ela acabou virando adjunta de uma secretaria do Estado.


Depois de várias negociatas e rolos nada republicanos, a mesma foi exonerada e lotada em outra secretaria, a chamada “bacia das almas”, da gestão Helder Barbalho. O problema é que ela, que ganha R$ 13 mil por mês, gastou, pasmem, a bagatela de R$ 3 milhões de reais em um apartamento. O quiproquó já chegou no Ministério Público.


O caso lembra a providencial máxima que diz que quem tem telhado de vidro não joga pedras no do vizinho !!!

947 visualizações0 comentário