• O Antagônico

A Ex-juíza do TRE. O Helder Barbalho. A Nomeação e o Pagamento da Fatura



Diz um ditado latino que a impunidade gera a audácia dos maus. Pois bem!! O Diário Oficial desta quinta-feira, 23, traz a nomeação da advogada santarena Luzimara Costa Moura para o cargo em comissão de assessor III do governo do Pará. Trata-se, caros leitores, de um escrachado e vergonhoso pagamento de fatura, por parte de Helder Barbalho, pela fidelidade canina exercida pela advogada, no período em que a mesma, ocupou o cargo de juíza no TRE do Pará.


A bem da verdade, Luzimara não faz parte da magistratura paraense, uma vez que nunca foi juíza de carreira, sendo apenas bacharel em ciências jurídicas pelo Instituto Luterano de Ensino Superior de Santarém. Diferente dos juízes de formação, os advogados indicados pelo TRE e nomeados pelo presidente da república, ocupam o cargo de juiz eleitoral por tempo determinado.


A advogada é praticamente uma militante do MDB no Pará, tendo ocupado vários cargos na gestão do ex-prefeito de Santarém, Lira Maia, pessoa da cozinha da família Barbalho. Durante os dois anos em que esteve como juíza eleitoral, entre 2019 e 2020, Luzimara atuou fervorosamente a favor do clã Barbalho.


Não por acaso, a advogada - juíza, no período em que ocupou uma das cadeiras do TRE, atuou, sempre com “animus ferrandis” contra os desafetos de Helder Barbalho. Foi assim com Simão Jatene e, mais recentemente, com Zequinha Marinho, sendo que este último Luzimara fez de um tudo para cassar seu mandato de Senador. Agora, Helder teve que dar uma assessoria para a advogada pelos “relevantes serviços prestados”. Um tapa na cara da sociedade paraense !!!

992 visualizações0 comentário