• O Antagônico

A Juíza de Marabá. As Crianças. O Laudo Sexológico e o IML



Não é só a justiça que é lenta. Vejam só !! A corregedora geral do TJE do Pará, Rosileide Cunha, enviou oficio ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, determinando que a direção do CPC, encaminhe, com urgência, um laudo pericial que dormita no órgão desde 2019. A determinação da corregedora é uma resposta ao requerimento da juíza Renata Guerreiro Milhomem de Souza, Titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Marabá, que solicitou apoio institucional junto à Direção do Renato Chaves, a fim de que seja remetido ao juízo o Laudo Sexológico da vítima, que se encontra pendente desde o ano de 2019, inobstante as inúmeras solicitações realizadas por aquele juízo. O crime em apuração envolve diversas crianças e tramita em segredo de justiça.

228 visualizações0 comentário