• O Antagônico

A PM. O Comando Geral. A Polícia Rodoviária. O Concurso. A Perseguição e a “Peixada”



O Antagônico recebeu e torna público graves denúncias envolvendo a Polícia Rodoviária e o alto escalão da Polícia Militar do Pará, apontando para improbidade administrativa praticada pelo Comando Geral. As denúncias atentam para o edital n° 001/2020, do Departamento Geral de Educação e Cultura, publicado no Boletim Geral n° 062 de 31 de Março de 2020.


O processo seletivo teria desrespeitado as principais regras da Administração Pública, principalmente impessoalidade, já que os aprovados na primeira fase foram transferidos e os reprovados permaneceram nos postos rodoviários por terem ligação direta, a famosa “peixada”,  com o coronel Magela.


A eficiência, outro princípio básico, também teria sido negligenciada, sendo que o alto comando não teria nenhuma intenção de concluir o certame, que está engavetado, apesar do alto custo. Agora, com o lançamento de outro edital, similar ao engavetado, em versão apenas para cabos e soldados, muitos aprovados irão bater às portas da justiça, uma vez que Constituição Federal e estadual vedam a abertura de novo Concurso Público enquanto o anterior não for concluído de fato.

1.015 visualizações0 comentário