• O Antagônico

A Prefeitura de Santarém. O Nélio, A Empresa e o Capital de R$ 20 Mil


Existem muito mais mistérios entre a empresa Petrra, o Governo do Pará e o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, do que pode alcançar a nossa vã imaginação. Contratada emergencialmente, pela prefeitura, para divulgar as ações de enfrentamento da Covid 19, pela bagatela de R$ 600 mil reais, dando uma rasteira nas agências de publicidade paraense, a empresa Petrra propaganda e Publicidade Ltda ganhou, em 2018, um milionário contrato para publicidade em Petrolina no valor de mais 4 milhões de Reais. Detalhe: a empresa, nessa época, só tinha em seu capital social, 20 mil Reais.


O capital mínimo ou o valor do patrimônio líquido para que uma empresa ganhe uma licitação, não pode exceder a 10% (dez por cento) do valor estimado da contratação, devendo a comprovação ser feita relativamente à data da apresentação da proposta, na forma da lei, admitida a atualização para esta data através de índices oficiais. É o que diz a Lei de licitações no Brasil.

A empresa que hoje se chama Petrra, pertence ao publicitário Ricardo Amado (cujo nome não consta no Contrato Social), marqueteiro que atuou na campanha à reeleição do governador do Pará, Helder Barbalho, antigamente tinha o nome fantasia K&E/ Katia & Emanuel Comunicação Ltda, pertencente ao publicitário Emanuel Alírio.


No ano de 2018, essa empresa foi repassada, e o novos proprietários a pedido do antigo dono, removeram o nome K&E, dando início a uma nova empresa. Ricardo e a esposa, Lucile Licari, se tornaram os proprietários da empresa em acordo comum. Pois bem. Já nessa época, a nova empresa, com menos de 2 anos de atuação e um capital social baixo, para surpresa de muitos, abocanhou um gordo contrato em Petrolina no valor de 4.200.000,00 milhões de Reais.


Agora, com as bênçãos de Helder Barbalho, a empresa ensaia uma investida no mercado publicitário paraense. Só faltou combinar com o Ministério Público.

185 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo