• O Antagônico

A Pro Saúde. O Regional do Baixo Amazonas e o Aditivo de R$ 5 Milhões



A Pro Saúde tá em todas !!! A SESPA referendou mais um aditivo determinando a redução de 20 leitos UTI-Covid, 10 leitos Clínicos e manutenção dos leitos remanescentes, pelo prazo de 60 dias, no Hospital Público Regional do Baixo Amazonas Waldemar Penna. O valor do aditivo, senhoras e senhores, é de R$ 5.945.994,00 (cinco milhões, novecentos e quarenta e cinco mil, novecentos e noventa e quatro reais).


Em nota, a Pro Saúde diz que o contrato de gestão das unidades públicas citadas com o Governo do Estado do Pará, incluindo seus aditivos, cumprem a legislação vigente.

“Os recursos apontados foram publicados no Diário Oficial do Estado, garantindo a transparência no gerenciamento das unidades. Cabe citar que o modelo de gestão das unidades é realizado com base em lei federal, com o intuito de auxiliar na promoção do acesso universal à saúde, como preconiza a nossa constituição. A transparência nesse modelo de gestão é realizada de forma rigorosa, principalmente, para garantir os investimentos públicos e manter o respaldo da assistência ao público. A Pró-Saúde, seguindo suas diretrizes de integridade, realiza regularmente, e dentro dos prazos estabelecidos, a prestação de contas de todos os seus contratos de gestão, que são auditados e acompanhados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará.” Então tá !!!
165 visualizações0 comentário