• O Antagônico

A Seel. A Federação de Skate. O Mauro Abelha. O Dudu. O Evento de R$ 156 Mil e a Denúncia



Não convide para dividir uma cuia de Tacacá o presidente da Associação de Esportes Radicais e Afins (AERA), Jefersson Silva Braz e o Presidente da Federação Paraense de Skate (FPSk), Mauro Marinho Belém, o “Mauro Abelha”. Explica-se : Jeferson apresentou denúncia junto ao Tribunal de Contas do Estado e à Confederação Brasileira de Skate (CBSk), contra o “Mauro Abelha”, e o Diretor Eduardo Sardo, o Dudu, apontando a aplicação irregular do montante de R$ 156.650,00 (cento e cinquenta mil seiscentos e cinquenta reais) repassados à entidade pelo Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Arlindo Penha da Silvado, por meio do Termo de Fomento 41/2021.


Segundo a denúncia, o valor recebido pela FPSk seria para realização de um evento no dia 29 de agosto de 2021, um domingo, na Pista Pública de Castanhal. Ocorre que o repasse não foi objeto de qualquer prestação de contas por parte da entidade e, mais grave ainda, da SEEL, cujo “Porta da Transparência” é uma verdadeira mais se parece com uma “caixa preta”, sem qualquer informação dos convênios firmados, bem como dos processos licitatórios realizados.


Na denúncia, Jefersson Braz vê com estranheza o fato da entidade ter realizado um evento utilizando mais de R$ 150 mil reais do contribuinte, sem fazer qualquer registro ou menção do mesmo no Instagram da Federação Paraense de Skate.


“Após a postagem do dia 19 de agosto de 2021, a postagem seguinte é do dia 23 de setembro, o que demonstra a intenção deliberada de esconder da comunidade do skate a realização do evento”.

Diz a denúncia frisando que somente com o palanque das autoridades, entre elas o Deputado Hélio Leite e o Secretário Nivan Noronha, foram gastos o montante de R$ 37 mil reais, custo de uma diária da Arena Esportiva “Mangueirinho”. Como diria Boris Casoy: “Isto é uma vergonha”!!!

805 visualizações1 comentário