• O Antagônico

A Sespa. A Pró-Saúde. Os Hospitais Regionais e os Aditivos de R$ 35 Milhões



Parece brincadeira mais é a mais pura verdade!! Enquanto a PF investiga um rombo milionário envolvendo contratos de Organizações Sociais com o Governo do Pará, a SESPA, na contramão da prudência, continua fazendo farra com verba pública por conta da pandemia. É de lascar. Pobre contribuinte. Vejam só!! A mais recente felizarda é a Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar Pró-Saúde, que vai abocanhar aditivos que chegam a nababesca cifra de R$ 35 milhões. Isto para a manutenção de 264 leitos que, sabe-se lá como, ainda estão sendo utilizados pela SESPA.


De acordo com o Diário Oficial da última sexta-feira, 20, serão mantidos 50 leitos no Hospital Regional da Transamazônica, pelo valor de R$ 4.279.992,00 (Quatro milhões, duzentos e setenta e nove mil, novecentos e noventa e dois reais); 54 leitos no Hospital Regional Público do Sudeste, no valor de R$ 4.819.994,40 (quatro milhões oitocentos e dezenove mil novecentos e noventa e quatro reais e quarenta centavos). Mais a cereja do bolo mesmo se verifica na capital, Belém, onde a SESPA pretende manter o funcionamento de inacreditáveis 160 leitos na Central Estadual de Regulação no Hospital de Campanha de Belém. E o Ministério Público só assistindo !!! Recorrer a quem ??

511 visualizações0 comentário