• O Antagônico

A Sespa. As 340 Ambulâncias. Os R$ 90 Milhões e um Novo Escândalo a Vista

Atualizado: Set 22



Ao que parece, o mar de lama patrocinado pela Máfia das OSs, que desviou mais de R$ 500 milhões da saúde no Pará não serviu de parâmetro para botar limites na farra com dinheiro público, que vem sendo perpetuada, dia a dia, pela atual gestão estadual. Apesar de figurar no “olho do furacão” do escândalo de corrupção que se tornou a gestão do governador Helder Barbalho, a Sespa continua torrando milhões e mais milhões do suado dinheiro do contribuinte.


De acordo com chamamento público publicado no Diário Oficial, a Secretaria de Saúde do Pará se prepara para comprar, acreditem, 340 ambulâncias por uma verdadeira fábula monetária. Estamos falando, caros leitores, de inacreditáveis R$ 90 milhões de reais. A compra das unidades, que promete ser o próximo escândalo do governo do filho mais novo de Jader Barbalho, é um verdadeiro descalabro.


No primeiro contrato, firmado coma empresa CKS Comércio de Veículos Ltda a estimativa é a compra de 48 ambulâncias, modelo Furgão, ao preço de R$ 245 mil reais cada, totalizando R$ 11.760.000,00 (Onze milhões, setecentos e sessenta mil reais). Com a empresa Manupa Com. Exp. Imp. de Equip. e Veículos Adaptados Eireli, a previsão é da aquisição de 42 ambulâncias tipo C – Pré Hospitalar Modelo Furgão, pelo valor unitário de R$ 287.900,00 (duzentos e oitenta e sete mil e novecentos reais), totalizando R$ 12.091.800,00 (doze milhões, noventa e um mil e oitocentos reais. Esta mesma agenda com a Sespa a compra de outras 42 ambulâncias UTI – modelo furgão, ao custo cada uma de R$ 390.329,13 (trezentos e noventa mil, trezentos e vinte e nove reais e treze centavos), ao valor total de R$ 16.393.823,46 (dezesseis milhões, trezentos e noventa e três mil, oitocentos e vinte e três reais e quarenta e seis centavos).


Trocando em miúdos, a Manupa se prepara para abocanhar nada mais, nada menos, que R$ 28.485.623,46 (vinte e oito milhões, quatrocentos e oitenta e cinco mil, seiscentos e vinte e três reais, quarenta e seis centavos). E não para por ai. Ainda falta a empresa Coutim Escritório, Distribuição e Comércio Ltda, que está na agenda da Sespa para a compra de 208 (duzentas e oito) ambulâncias tipo B, pré-hospitalar, modelo furgão, custando cada uma R$ 238.950,00 (duzentas e trinta e oito mil, novecentos e cinquenta reais).


A Coutim é quem deverá receber a maior bolada, R$ 49.701.600,00 (quarenta e nove milhões, setecentos e um mil, seiscentos reais). Em suas próximas publicações O Antagônico vai esmiuçar, em detalhes, os três contratos milionários, as empresas e os valores de mercado das ambulâncias, que devem comprometer, e muito, as finanças do governo do estado do Pará.


1,568 visualizações1 comentário