• O Antagônico

A Sespa, As Enfermeiras e o Exercício Ilegal da Profissão


O Diretor Regional da Sespa, Marco Antônio Rodrigues Normando, determinou a instauração de sindicância administrativa para apurar irregularidades referentes aos fatos apontados pelo Conselho Regional de Enfermagem, que após vistoria realizada no Centro de Atenção Psicossocial, CAPS III Grão-Pará, requereu o afastamento imediato de Ana Célia Bezerra, Iracema Costa da Cunha e Silvania Maia Queiroz Pereira, por suposto exercício ilegal da profissão de enfermeiro, apontando que as mesmas não possuem inscrição profissional ativa. A comissão sindicante deverá concluir os trabalhos com apresentação do relatório final no prazo, máximo, de 30 dias.

102 visualizações0 comentário