• O Antagônico

A Tarifa de Energia Menor, O Pará de Fora e o Barbalho Mal na Fita


Como se já não bastasse a opinião pública paraense e as investigações de malversação do dinheiro público, eis que surge a Aneel para piorar ainda mais a imagem de Helder Barbalho no Pará. O governador se defende dizendo que negociou com a presidência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a presença do estado na Medida Provisória (MP) que reduz a tarifa de energia em estados do norte do Brasil. Mas todos sabem que não é bem assim.


Segundo o governador do Pará, a inclusão do Pará no acordo já estava sendo debatida com a Aneel e com o congresso há meses. Barbalho explica que tanto a Aneel, quanto a secretaria-geral da presidência, haviam sinalizado que o Pará seria incluído no texto final do projeto, o que não ocorreu.


Na última quinta (4), o Senado aprovou uma MP provisória que viabiliza a redução da conta de energia. A diminuição ocorreria devido a transferência de recursos para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) – fundo do setor elétrico. A redução valeria até 2025.

No entanto, o texto aprovado pelo Senado não inclui o estado do Pará na redução tarifária. A lei prevê que serão beneficiadas apenas distribuidoras de energia privatizadas a partir da Lei 12.783 de 2013, o que exclui a Equatorial Pará, antiga Celpa, privatizada em 1998.

242 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo