• O Antagônico

O Rei do gado





O banqueiro Daniel Dantas é reconhecidamente um dos maiores pecuaristas da Amazônia. Mas o que muita gente não sabe é como funciona o esquema de compra de terras que transformou o banqueiro no “Rei do gado do Pará”. Um dos braços do esquema é Luís Pereira Martins, conhecido como 'Luís Pires', do grupo Umuarama, que controla suas fazendas. Temido por andar cercado de pistoleiros, o fazendeiro é velho conhecido da fiscalização do Ministério Trabalho, que o autuou três vezes pela prática de trabalho escravo de 381 homens. Outro braço de Dantas no Pará atende pelo nome de João Kleber, prefeito de São Félix do Xingu. Sem ele o pessoal de Daniel Dantas não faz nada no Pará. João Cléber de Sousa Torres e seu irmão, Francisco de Sousa Torres, o 'Torrim', além de fazendeiros, são donos das madeireiras Impanguçu e Maginca. A dupla aparece num relatório de 2003 do Ministério Público Federal como mandante de crimes pela posse de terras públicas em São Félix do Xingu. Invasores que não pertencem ao esquema são expulsos a bala para que as áreas sejam vendidas e utilizadas na criação

89 visualizações0 comentário