• O Antagônico

Cametá. O Secretário de Educação. A Servidora. O Tráfico de Influência e a Denúncia



Aterrizou no Ministério Público Federal uma denúncia que vai balançar as estruturas do executivo municipal de Cametá evidenciando, ainda mais, o mar de lama que se tornou a administração de Victor Cassiano. Na denúncia, encaminhada para o e-mail do MPF, o secretário municipal de educação, Enio de Carvalho e a servidora Rosivalda Gomes, chefe de lotação da Secretaria de Educação, são acusados de usar o cargo para obter vantagens indevidas. Dentre as irregularidades apontadas estão tráfico de influência na Seduc municipal e em outras secretarias. A denúncia afirma ainda que os dois servidores atuam diretamente na folha de pagamento municipal, aferindo vantagens como retroativo, hora extra, pró-labore e afins para amigos e aliados.

947 visualizações0 comentário