• O Antagônico

Goianésia. A Promotora. As Aulas Presencias. A Recomendação e a Nota



Com relação a matéria publicada ontem, sobre os dois anos sem aulas presenciais em Goianésia, O Antagônico recebeu, agradece a atenção e publica abaixo, nota enviada pela promotora de justiça Thais Rodrigues Cruz Tomaz, onde a mesma afirma que não procede a informação dando conta de que o MP não estaria empenhado no retorno as aulas. Na verdade, a promotoria local está fazendo o possível para que as aulas presenciais na rede pública sejam normalizadas. Feito esse esclarecimento, publicamos abaixo, na íntegra, a nota da promotora


Senhor Evandro,

Com relação à matéria incluída no site de Vossa Senhoria , no qual consta a seguinte afirmação: “ Ministério Público, Sintep, prefeitura e estado fazem um jogo de empurra, no tocante ao retorno das aulas nas escolas”, cabe fazer as seguintes ponderações:

Informo que o Ministério Público expediu duas recomendações para o retorno das aulas presenciais no Município de Goianésia do Pará, sendo esta recomendação anexa a última expedida.

Informo, ainda, que antes da referida recomendação , também houve uma reunião no mês de Fevereiro de 2022, realizada com o Prefeito Municipal e a Secretaria de Educação, na qual esta Promotora cobrou o retornos das aulas presenciais.

Sendo assim, afirmo que o Ministério Público vem recomendando o retorno das aulas presenciais.

Segue matéria publicada no site do MPPA sobre a recomendação expedida pela Promotoria de Justiça de Goianésia do Pará: https://www2.mppa.mp.br/noticias/mppa-expede-recomendacoes-ao-municipio-sobre-carnaval-e-volta-as-aulas.htm

Em anexo segue última e recomendação. Na aludida recomendação, esta Promotora coloca um prazo máximo. Sendo assim, reafirmo que o Ministério Público vem recomendando o retorno das aulas presenciais à Prefeitura.

Atenciosamente,

Thais Rodrigues Cruz Tomaz
Promotora de Justiça Titular de Goianésia do Pará

461 visualizações0 comentário