• O Antagônico

Itaituba. O Promotor. Os Danos Ambientais e os Acusados



O Promotor de Itaituba, Ítalo Costa Dias, abriu procedimentos contra vários acusados de causar danos ambientais ao Meio Ambiente. Sidnei Brando dos Santos é investigado por descumprir Embargo Ambiental, na Fazenda Cedro, paras atividade agropecuária. João Nogueira de Lima, por desmatar área, acarretando destruição de ecossistema florestal. O nacional conhecido como “Chapéu”, pela criação de criando gado em área de mata ciliar, perto da nascente do rio que abastece uma comunidade no Distrito de Miritituba, região próxima ao Jardim do Eden, Estrada do Equador. A Dinâmica Importação e Exportação, por adquirir 70m3 de créditos ideologicamente falsos com intuito de acobertar produtos e subprodutos florestais provenientes de áreas de extração ilegal. A DS Logística e Transportes, a ADM. do Brasil Ltda e a Pantanal Industria e Comércio, por transportar produto inflamável e poluir o Balneário Novo Paraíso, no Distrito de Trairão. E, por fim, a Madeireira Rita de Cássia Ltda é investigada por atrapalhar a fiscalização ambiental e retirar madeira indevida do pátio sem autorização e licença de órgão ambiental.


174 visualizações0 comentário