• O Antagônico

Manaus, A Justiça e Os Pedidos de Prisão do Prefeito e da Secretária


O Ministério Público Estadual do Amazonas pediu na segunda-feira,25, a prisão do prefeito de Manaus, David Almeida, e da secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe, na ação que denuncia irregularidades na aplicação da vacina e no favorecimento de pessoas que teriam furado a fila do grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19. O órgão ainda pede o afastamento de ambos dos cargos públicos. De acordo com o MPE, houve fraude na fila de prioridades durante a campanha de vacinação e contratação irregular de dez médicos.

No documento, além de Shadia Fraxe, o órgão pede afastamento do subsecretário de Gestão de Saúde, Luís Cláudio de Lima Cruz, e dos assessores da Secretaria municipal de Saúde Djalma Pinheiro Pessoa Coelho, Stenio Holanda Alves e Clendson Rufino Ferreira. Todos furaram a fila da vacina. Além deles, uma advogada e um empresário e a esposa também receberam a dose.

57 visualizações0 comentário