• O Antagônico

O MP. O Banpará. Os Contratos. A Investigação e a Blindagem do Braselino


A promotora de Justiça Jane Cleide Silva Souza, emitiu ofício a Secretaria de Finanças de Marabá recomendando adoção de medidas quanto a suspensão imediata de pagamentos e empenhos dos recursos financeiros oriundos do Fundo da Infância e Juventude– FIA, a qualquer título, a toda e qualquer entidade habilitada pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, enquanto não for sanada integralmente todas as pendências e irregularidades verificadas em relação às referidas entidades, devendo tudo ser documentado a bem do princípio da transparência administrativa.



Marabá. o CDCA. O FIA. A Promotora e a Recomendação


O Promotor de Justiça Domingos Sávio Alves de Campos instaurou 2 inquéritos civis, sendo o primeiro para investigar possíveis irregularidades com relação ao Contrato no 094/2017 firmado entre o Banpará e a empresa Attack Imobiliária Ltda. Já o segundo inquérito visa investigar o contrato firmado entre o banco e a empresa Aliança Imobiliária Eireli-ME. Ambas as contratações se deram nas gestões anteriores a do ex-governador Simão Jatene. Já na atual gestão, o presidente Braselino, irmão de desembargadora, casa e batiza no Banpará, chancelando contratos milionários. Tudo sem ser incomodado pelos representantes do parquet.

273 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo