• O Antagônico

Na Rede 03/03/2021



O Casal de Estelionatários e os Idosos de Ponta de Pedras

A Seção Penal do TJ do Pará negou pedido de liberdade em habeas corpus aos réus Erica Ribeiro dos Santos e Ronaldo de Oliveira Nogueira, presos em flagrante em dezembro de 2020 por prática de estelionato contra idosos. De acordo com os autos, os réus teriam fraudado diversos requerimentos de empréstimos solicitados por pessoas idosas, majorando os valores autorizados pelas vítimas. Além disso, Erica e Ronaldo cobravam pelos serviços prestados e também realizavam transferência de valores para outras contas que não as das vítimas.

O TJ do Pará e a Suspensão de Prazos

O Tribunal de Justiça do Pará suspendeu temporariamente a tramitação processual e funcionamento nas Secretarias das Varas Cíveis e Empresariais da Capital, localizadas no Fórum Cível de Belém, em virtude das atividades de implantação das Unidades de Processamento Judicial, nas quais estarão envolvidos magistrados e servidores. Entre os dias 01 e 11 de março de 2021, prazos de atendimento, tramitação processual e funcionamento estão suspensos nas Secretarias da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 5ª Varas Cíveis e Empresariais. A suspensão de prazos, tramitação e funcionamento nas Secretarias da 7ª, 8ª, 9ª, 10ª e 11ª Varas Cíveis e Empresariais será de 15 a 25 de março. Nas Secretarias da 12ª, 13ª, 14ª e 15ª Varas Cíveis e Empresariais, a suspensão compreenderá o período de 29 de março a 9 de abril.

O Sintepp e a Greve em Curionópolis

Em decisão tomada, por unanimidade, na noite de sexta-feira (26/02), os professores da rede pública municipal de Curionópolis e demais membros da categoria da Educação decidiram pelo Estado de Greve da Categoria, que iniciou nesta segunda-feira (01). A prefeita de Curionópolis é Mariana Chamon, esposa do deputado estadual Chamonzinho. O principal motivo é o atraso do pagamento dos salários de dezembro de 2020 e 1/6 de férias dos professores e demais servidores da educação. De acordo com a coordenação da entidade, o governo ainda não sinalizou em mesa de negociação uma proposta para resolver esta pendência salarial que afeta professores, vigias, merendeiras e técnicos da rede pública municipal. A partir do dia 08 de março, caso o governo não negocie os atrasados em mesa de negociação, a categoria deve iniciar a greve em toda a rede pública municipal.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo