• O Antagônico

Novo Progresso. A Prefeitura. A Assessoria Contábil e o Contrato de R$ 480 Mil



O Ministério público abriu inquérito para investigar suposto direcionamento de contratos públicos em Novo Progresso. Os contratos, que somam a cifra de R$ 480 mil reais, foram firmados entre a empresa de assessoria contábil Walter Klaus Rieger e a Prefeitura, Secretaria e Fundos Municipais de Novo Progresso. De acordo com a denúncia, os contratos, feitos com dispensa de licitação, teriam sido manipulados para que a empresa em questão fosse a vencedora.


Cinco contratos já estão em execução: Fundo Municipal de Assistência Social, no valor de R$ 78.000,00; Secretaria Municipal de Educação, no valor de R$ 90.000,00; Município de Novo Progresso, no valor de R$ 168.000,00; Fundo Municipal do Meio Ambiente, no valor de R$ 54.000,00; e Fundo Municipal de Saúde, no valor de R$ 90.000,00.


Chama a atenção nos contratos o fato de que, apesar de valores diferentes, o objeto é o mesmo para todos os contratantes. Ao receber a denúncia, o Promotor de Justiça Pedro Renan Cajado Brasil instaurou Inquérito Civil com objetivo de apurar a suposta fraude.

220 visualizações0 comentário