• O Antagônico

O Advogado e a cadeia



Ainda está envolto em muito mistério o desaparecimento do ex-candidato a vereador pelo Partido Solidariedade e presidente da Associação Regional de Pessoas com Epilepsia de Redenção, Cícero José Rodrigues de Souza. O advogado José Vargas Júnior, está preso em Redenção apontado como envolvido no desaparecimento. Organizações de movimentos sociais consideram arbitrária a prisão. Não por acaso, Vargas atua na defesa dos trabalhadores sem-terra que sobreviveram ao Massacre de Pau D’Arco.


Além de Pau D’arco, Vargas atua em casos emblemáticos, como na defesa de trabalhadores contra a multinacional JBS, e de indígenas Kayapó contra empresas mineradoras. A investigação sobre o desaparecimento continua. A Associação presidida por Cícero, receberia cerca de R$1 milhão de verbas públicas para compra de máquina de eletroencefalograma para atender aos associados. Além do advogado, um servidor público e um cabo da Polícia Militar estão presos acusados de envolvimento no suposto crime.


Em um vídeo que está nas mãos da polícia, Cícero aparece em frente ao escritório do advogado. Em seguida, a vítima entra no carro de um cabo militar, que também está preso. O carro do PM saiu da cidade pela rodovia BR-158. Horas depois, o veículo retorna a Redenção e Cícero não é mais visto.

39 visualizações0 comentário