• O Antagônico

O Amazonas e os Pacientes Amarrados. As Macas e o Falta de Sedativo


A Defensoria Pública investiga se pacientes com Covid-19 foram amarrados por falta de sedativo no Hospital Municipal Jofre Cohen, em Parintins, no interior do Amazonas. Eles passaram o fim de semana amarrados nas próprias macas, com nós improvisados por gaze. Um denunciante afirmou que acabou o sedativo usado na intubação. Os pacientes estavam inconscientes, intubados e em estado grave.

A intubação é um procedimento que visa preservar a respiração em quadros de complicação respiratória grave, como as que acontecem com os pacientes de Covid. Com isso, o paciente passa a respirar com auxílio mecânico.

Antes da pandemia, os hospitais do Amazonas consumiam 800 ampolas por mês de um dos medicamentos usados para sedação. Com a nova explosão de casos de Covid, o número subiu para 28 mil ampolas em dezembro, e 50 mil em janeiro, quando estado viveu o momento mais crítico. Hoje, o Amazonas consome mais da metade (54%) do produto comercializado no Brasil. Há receio pela falta do produto no mercado por causa do segundo pico da pandemia.

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo