• O Antagônico

O Beltrame. A SESPA. O Avião. O Helicóptero. O MP. Os Contratos, Os R$ 18 Milhões e a Investigação



Mesmo tímido, o Ministério Público do Pará já na gestão do novo Procurador Geral, Cesar Mattar, dá demonstrações de que não fará vista grossa para denúncias envolvendo a gestão Helder Barbalho. O promotor de justiça, Aldo de Oliveira Brandão Saife, instaurou um Inquérito Civil para apurar dois contratos da SESPA, envolvendo um helicóptero e um avião, na gestão do ex-secretário de saúde Alberto Beltrame, afastado do cargo e que reponde a várias ações na justiça acusado de participação direta em um grande esquema de corrupção dentro da Secretaria.


Através da Portaria nº. 019/2021, publicada no Diário Oficial de sexta-feira, 28, o promotor abriu a investigação para apurar irregularidades nos Contratos n°. 038/2020 e n°. 029/2020 celebrados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA) com as empresas Helisul Táxi Aéreo Ltda e Brasil Vida Táxi Aéreo cujos objetos são a contratação de empresa para Locação de Aeronaves Tipo Helicóptero, aeronaves com motor turbojato e bimotor turbo hélice dedicadas a saúde, baseadas, obrigatoriamente, nas cidades de Belém e Santarém, através de empresa de taxi aéreo, especializada em resgate e transporte Aeromédico.


No caso da Helisul, o contrato previa para Belém, o total estimado de 100hs voo mensal, no valor mensal estimado de R$ 1.340.000,00 ( hum milhão, trezentos e quarenta mil reais), e para Santarém o total estimado de 80hs voo mensal, no valor mensal estimado de R$ 1.368.000,00 (Hum milhão, trezentos e sessenta e oito mil reais). Já a Brasil Vida foi contratada pelo valor de R$ 15.400,000,00 (Quinze milhões e quatrocentos mil reais).

323 visualizações1 comentário