• O Antagônico

O Cidadania. A Federação com O PSDB. O Helder. O Recado do Jordy e o Impasse



Confusão a vista no Cidadania no Pará. O diretório nacional do partido aprovou, em reunião na tarde de sábado, 19, a federação com o PSDB, que no Pará está ancorado ao governo Helder Barbalho. Pela nova regra eleitoral, os partidos federados deverão atuar em bloco pelos próximos quatro anos, como se fossem uma única legenda, tanto em eleições majoritárias como proporcionais. Isso significa que PSDB e Cidadania, pelo menos em tese, terão os mesmos candidatos a presidente e governador tanto no pleito de outubro quanto na eleição municipal de 2024.


Aprovada recentemente pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a federação é diferente de uma coligação, quando as siglas podem ou não seguir caminhos diferentes após a eleição. Para valer nessa disputa, as federações precisam ser registradas no Tribunal até o dia 31 de maio. Com a aliança, o Cidadania deve apoiar oficialmente a candidatura presidencial de João Doria (PSDB) e de Helder Barbalho ao governo do Pará.


Lideranças do Cidadania chegaram a defender publicamente a união com o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), também pré-candidato a presidente. Na reunião do Cidadania, foram 56 votos a favor da federação com o PSDB, 47 pela aliança com o PDT de Ciro Gomes e 7 abstenções.


Em contato com O Antagônico na noite de ontem, o ex-deputado federal, Arnaldo Jordy, declarou categoricamente que o Cidadania no Pará não vai, em hipótese nenhuma, compor com a coligação que visa a reeleição do governador Helder Barbalho. Resta saber agora qual a posição nacional do Cidadania diante da rebeldia e resistência de Arnaldo Jordy, liderança do partido no Pará. Aguardemos !!!

1.102 visualizações0 comentário