• O Antagônico

O Decreto e a Covid. A Diretora, Os Fura Filas e os 12 Anos de Cadeia



Um ponto chama a atenção novo Decreto do Governo do Pará: Cadeia para os Fura- Filas. Resta saber se não é só no papel. Pois bem. O desrespeito à ordem de prioridade na vacinação contra a covid-19 será considerado crime de infração de medida sanitária e peculato, com pena variando entre multa e até 12 anos de reclusão.


Os crimes são previstos nos artigos 268 e 312 do Código Penal Brasileiro, e a pena é aumentada em um terço se o agente é funcionário da Saúde Pública ou exerce a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro. A pergunta que não quer calar: O Decreto vai funcionar para a superintendente do complexo hospitalar da Universidade Federal do Pará (UFPA), Regina Feio Barroso, que foi vacinada em Belém. Ela recebeu a vacina do secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra.


O sindicato que representa técnicos-administrativos das universidades federais do Pará divulgou uma nota cobrando “transparência, clareza e detalhamento” do plano de vacinação contra Covid-19 dos trabalhadores dos hospitais universitários. A categoria pede ainda que sejam divulgados “os critérios de prioridade, relação de nomes, locais e horários de vacinação e cronograma”.

94 visualizações0 comentário