• O Antagônico

O Governador. As Cobranças e as Inaugurações de Ordens de Serviços

Atualizado: Out 10


Na campanha de 2018, quando disputou o governo com o ex-deputado estadual Márcio Miranda, Helder Barbalho, por onde passou, de Jacareacanga à Redenção, de Belterra à Marabá, prometeu revolucionar o Pará, que segundo ele, iria se transformar num permanente canteiro de obras.


Na ânsia de se eleger, Helder prometeu construir ponte onde não havia rio e viaduto onde não havia estrada E o eleitor embarcou na onda do “presente”. Eis que agora, perto de concluir o mandato e sem uma obra pra chamar de sua, o governador sente na pele a cobrança da fatura. Por onde passa, Helder é cobrado pelas tais obras prometidas.


A saída encontrada pelo mandatário do estado, que tem irritado ainda mais o eleitor, é uma nova modalidade na política: a inauguração de “ordem de serviço”. Foi assim recentemente em Icoaraci e é o que se repete novamente hoje em Tucuruí, onde o filho mais novo de Jader Barbalho desembarcou para a enésima reabertura do Hospital Regional.


Nas redes sociais a galera não perdoa !! Um internauta atento observa que comemorar e festejar a reabertura de um hospital, depois de tanta desgraça, é o mesmo que aplaudir o caixa eletrônico depois que este lhe dá seu próprio dinheiro !! É o tal negócio: pode se enganar parte do povo todo o tempo. Assim como se pode enganar, todo o tempo, parte do povo. Porém, não se pode enganar todo o tempo, todo o povo !!

552 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo