• O Antagônico

O Grupo Líder. As Brigas de Família. Os Processos e A Justiça



Novos capítulos da briga familiar no Grupo Líder devem vir a baila este ano. Principalmente envolvendo João Augusto, filho de Oscar Rodrigues. De acordo com um dos processos em tramitação na justiça, em meados dos anos 1970, João Augusto, ainda estudante no Colégio do Carmo, Cidade Velha, Belém do Pará, passou a acompanhar as operações diárias de compra e venda das mercadorias estocadas nos depósitos do Armazém Líder, às proximidades do Porto do Sal. Junto com a mãe, Jacira Rodrigues, o tio, Osmar Rodrigues, e o pai, Oscar, começou a aprender as minudências das engrenagens do negócio. Com essa iniciativa, tornou-se o filho predileto de Oscar, pai de outros filhos e filhas com Jacira: Elizete, Neuza, Oscar e Manoel Rodrigues.


A trajetória de suspeições capitaneadas por João Augusto Lobato Rodrigues ganha mais quilometragens com o passar dos anos. Quando exerceu a presidência da Associação Comercial do Pará (ACP), costurou a montagem de uma empresa para operar o cartão de crédito da própria instituição.


Ao deixar o cargo, passou a ser o principal personagem de outro processo judicial, o de número 0033674-89.2011.8.14.0301, por fraudes cometidas enquanto dirigia os negócios da operadora. Conforme a denúncia, o rombo deixado no mercado local estava estimado em mais de R$ 5 milhões.

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo