• O Antagônico

O Hélio Leite e o Namoro com Helder. O DEM, As Traições e a Desconfiança


Quem te viu, quem te vê!! O namoro entre Helder Barbalho e o deputado federal Hélio Leite segue firme e forte com conversas quase que diárias, sobre o pulo definitivo de Leite para a base do governo, levando, de bandeja, o DEM de Márcio Miranda. A julgar pela nota publicada nesta quarta,17, no Diário do Pará, o noivado já é dado como certo e o sinal de compromisso seria a garantia de que Hélio será o vice de Helder nas eleições do ano que vem. Mas, como diria o saudoso Carlos Drummond de Andrade, "existe uma pedra no meio do caminho". Ou, melhor dizendo, uma pedreira.


Para indicar Hélio Leite como seu vice, Helder precisa confiar no novo aliado, e, venhamos e convenhamos, lealdade não é uma palavra que se alinha com o passado político de Hélio Leite. Senão vejamos: no seu segundo mandato de deputado estadual, em 2003, Leite, que era do mesmo partido do também deputado Helder Barbalho, bateu o pé e convenceu Helder a colocá-lo na liderança do MDB na Casa de Leis. Àquela altura, Hélio queria ganhar visibilidade para se candidatar a prefeito de Castanhal em 2004. E assim foi feito. Ocorre que, para a candidatura ao executivo castanhalense, eleição que se sagrou vitorioso, Hélio pulou fora do PMDB, indo para o PR, dando uma rasteira em Helder.


Reeleito em 2008 para mais um mandato de prefeito de Castanhal, Leite passou a perna novamente no PMDB, se aliando com Márcio Miranda e o apoiando como seu sucessor. Até então, o acordo firmado entre Helder e Hélio é que o nome da sucessão seria o de Paulo Titan, que foi adversário de Márcio e acabou vencendo o pleito.


Em 2013, Márcio Miranda foi eleito presidente da Alepa, e resolveu dar uma ajuda para Hélio Leite, que, sem mandato, foi nomeado Diretor da Escola Legislativa da Assembleia. Em 2014, em dobradinha com Marcio Miranda, que lhe deu apoio incondicional na campanha, Hélio Leite foi eleito Deputado Federal. Para Estadual, Miranda teve 82.738 votos. Para Federal, Hélio teve 85.194 votos.


Agora, Helder Barbalho está, digamos, com um olho no gato e outro no peixe, uma vez que ao trazer o seu ex-aliado para sua base, se torna testemunha de mais uma traição de Hélio Leite, que, ao que tudo indica, está rifando o DEM, com Marcio Miranda e companhia, isso sem falar com os seus, até ontem, correligionários.


Some-se a isso um pedido de afastamento, que tramita no STJ e que pode tirar Helder Barbalho do cargo de governador. O pedido pode ser julgado a qualquer momento, ou num hipotético segundo mandato, sendo que Helder precisaria de alguém de absoluta confiança para assumir o seu lugar caso seja decretado seu afastamento.


Diante desse histórico, certamente esse alguém não seria Hélio Leite, uma vez que Helder, gato escaldado, não se arriscaria a comprar um carro usado de alguém que já roeu a corda por duas vezes. É como dizia o filósofo Gibran. "Se você passar por cima de uma serpente e não for picado, passará uma segunda vez ?"

546 visualizações0 comentário