• O Antagônico

O IGEPREV, O Escritório do Giussepp, Os Contratos, As Prefeituras do MDB e o Endereço da AGE


Diz um ditado latino que a impunidade gera a audácia dos maus. Deve ser essa a premissa seguida pelo presidente do IGEPREV, Ilton Giussepp Stival Mendes da Rocha Lopes da Silva, sócio do escritório de advocacia Mendes e Mendes, que detém contratos com várias prefeituras do Pará, em sua maioria geridas pelo MDB, dos aliados de Helder Barbalho. Na prática, é o tamanduá cuidando do formigueiro.


Na semana passada, o juiz de São Miguel do Guamá, Sávio José de Amorim Santos, deu um chega pra lá na lambança do escritório Mendes e Mendes, suspendendo os contratos do mesmo firmado em dobradinha, com a prefeitura e também com a Câmara Municipal de São Miguel. Some-se a isso o fato do escritório já ser alvo de investigação em prefeituras do oeste paraense. Como já foi publicado aqui em O Antagônico, para contratar com a administração pública, o Mendes e Mendes precisaria de Certificação de Escritório, sendo que o mesmo é de natureza personalíssima. Quem detém a tal certificação é ninguém menos que Giussepp Mendes, impedido de advogar em razão do cargo que ocupa no governo de Helder Barbalho, sendo presidente do IGEPREV. Mas a audácia não para por aí.


Em correspondência enviada ao Tribunal de Contas, o escritório Mendes e Mendes manifesta interesse em atuar nos municípios de Alenquer, Brasil Novo, Eldorado dos Carajás, Marituba, Mojuí dos Campos e Rondon do Pará. No documento, um detalhe importante e afrontoso, chama a atenção: o endereço eletrônico do escritório é o mesmo da Auditoria Geral do Estado, onde até bem pouco tempo Giussepp Mendes era o Auditor Geral. Simples assim. Com a palavra o Ministério Público do Pará.

342 visualizações0 comentário