• O Antagônico

O Jarbas. O Comando Vermelho. O Salve Geral. A Suspensão de Visitas e os Advogados Acuados


Sobrou para os advogados. Uma nova guerra deverá ser declarada entre os causídicos paraenses e o General da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos.


Por conta dos sucessivos atentados a agentes penais do Estado, no apagar das luzes desta segunda-feira, 12, o todo poderoso mandatário da SEAP, de uma canetada só, suspendeu, através de Portaria, todas as visitas programadas aos Estabelecimentos Penais do Estado do Pará, pelo período de 30 dias.


A portaria prevê que entrevistas de advogados serão agendadas mediante sistema de agendamento eletrônico, com antecedência mínima de 48 horas, de segunda a sexta-feira, com justificativa no processo, até o horário máximo até às 17h, salvo os casos específicos e urgentes. A Portaria também determina a suspensão de todas as atividades de trabalho prisional realizados em vias públicas pelo período de 30 dias.


De acordo com o chefe da SEAP, a medida se faz necessária considerando que a tomada do poder de controle do ambiente carcerário das mãos do crime organizado de volta para o Estado prejudicou, de maneira dilacerante, o capital de giro que sustentava todas as ações e reforçava o poder exercido pelas lideranças do Comando vermelho Rogério Lemgruber (CVRL); que após a tomada do cárcere, sendo mantidos os procedimentos de segurança institucional com “braço forte e mão de ferro”, o Estado do Pará enfrenta uma guerra declarada oficialmente por parte das principais lideranças do Comando Vermelho por meio de “Salve Geral”; com a retomada de ataques e atentados contra a vida dos membros da SEAP, a contar do dia 10 de julho de 2021.


Por fim, o secretário considera os sucessíveis ataques sofridos por servidores da SEAP, ocorridos nos dias 11 e 12 de julho de 2021, que resultaram no óbito do servidor Wellington Claudio Lima Coimbra, executado em sua casa; a tentativa de invasão da residência de um Policial Penal; o deslocamento de um terceiro Policial Penal de sua residência, por recomendação da inteligência da SEAP; e, por fim, no atentado a bala de um servidor que retornava do plantão em americano.



1,210 visualizações0 comentário