• O Antagônico

O Juiz, Salinas e as Praias. A Guerra de Liminares. O Lockdown e a Economia se Sobrepondo à Vida


Acertadamente o Tribunal de Justiça do Pará derrubou ontem a liminar que mantinha o acesso às praias de Salinópolis, durante a semana e feriados. A desembargadora Diracy Nunes Alves atendeu o pedido do recurso da Procuradoria-Geral do Pará (PGE).


Na decisão, a desembargadora reconheceu o óbvio: Salinas é frequentada, em sua maioria, pela população da Região Metropolitana de Belém, o quem certamente, faria com que o “lockdown" não fizesse o menor sentido.


"Apesar de não estarem dentro da Região Metropolitana, dela não estão desconectadas, já que as pessoas que eventualmente venham a adoecer ali serão tratadas na Capital e não em Salinópolis, que não dispõe de leitos de UTI. ", Pontuou a desembargadora.

De acordo com a PGE, a liberação das praias, principalmente às vésperas do feriado de Páscoa, aumentaria a contaminação na região, expondo a população do município que, por falta de suporte hospitalar, sobrecarregaria ainda mais os hospitais da RMB.

382 visualizações0 comentário