• O Antagônico

O Mais Saúde. O Regional do Tapajós. Os Bens Permanentes e os R$ 15 Milhões



Passado o auge da pandemia, quando o governo do Pará deu salto triplo carpado, torrando vários milhões do contribuinte, de forma emergencial, e com dispensa licitação, agora, a gestão de Helder Barbalho começa a usar outros artifícios para sangrar, ainda mais, os cofres públicos. Prova disso é que a Sespa acaba de chancelar um novo aditivo a um contrato com o Instituto Social Mais Saúde, no valor astronômico de R$ 15.447.928,22 (quinze milhões, quatrocentos e quarenta e sete mil, novecentos e vinte e oito reais e vinte e dois centavos). O objeto do milionário contrato, caros leitores e eleitores é o repasse de valores, a título de investimento, visando aquisição de Bens Permanentes para mobiliar o Hospital Regional Público do Tapajós. Durma-se com um barulho desses. Não cofre que aguente tamanha fome de dinheiro público. Recorrer a quem ???

141 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo