• O Antagônico

O Marajó. O Roubo de Gado. O Consumo e a Saúde Pública



Os sucessivos registros de roubo de gado no Marajó já se tornaram caso de saúde pública. Em outros tempos eram uma ou duas reses roubadas a cada mês. Nas últimas semanas esse número saltou para 40. A carne chega a Belém, pelo porto de Icoaraci, e é vendida livremente nas feiras e mercados, sem qualquer fiscalização, indo direto para a mesa do consumidor. A delegacia de Santa Cruz do Arari não tem delegado há mais de 2 anos. Os pecuaristas da região estão desesperados.

161 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo