• O Antagônico

O Pará e as 7 Cidades Campeãs do Desmate. Novo Repartimento Fora das Prioridades


Segundo dados do Inpe, Altamira (PA), São Félix do Xingu (PA), Porto Velho (RO), Lábrea (AM), Novo Progresso (PA), Itaituba (PA), Apuí (AM), Pacajá (PA), Colniza (MT), Portel (PA), Novo Repartimento (PA) somaram 3.963,75 km² de desmatamento entre agosto de 2019 a julho de 2020. Dentre os 11 municípios, 7 estão situados no Pará. O número representa 40,5% do total perdido na Amazônia no mesmo período: 9.780,56 km².


Nesta quarta-feira (10), o vice-presidente Hamilton Mourão disse que o governo irá focar a fiscalização em uma lista de cidades que concentram "70% dos crimes ambientais" no país.


Dez dos 11 municípios citados pelo governo aparecem entre os que tiveram maior desmatamento na temporada passada. Entretanto, o governo incluiu entre os focos da fiscalização a cidade de Rurópolis, no Pará, que está em 24º lugar no ranking do desmate, com 98,64 km² de perda de floresta entre agosto de 2019 e julho de 2020 e que, por isso, não aparece no topo da lista.


A cidade de Novo Repartimento, 11ª no ranking, não aparece na lista de prioridades do governo. Duas dessas cidades também estão entre as 10 com os maiores rebanhos bovinos do país: São Félix do Xingu, no Pará e Porto Velho. A agropecuária é apontada como a causa de 90% da perda de vegetação natural do Brasil, incluindo os outros biomas, como Pantanal e Cerrado.

49 visualizações0 comentário