• O Antagônico

O Prefeito de Tucuruí e as Ações no TRE. A Justiça e a Nova Eleição


O juiz eleitoral de Tucuruí ainda não analisou cinco Ações de Investigação Judicial Eleitoral, AIJEs, que pedem a cassação do diploma do prefeito Alexandre França Siqueira e, consequentemente, a realização de novas eleições no município. Uma delas foi ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral, através da promotora Aline Janusa Teles Martins (foto).


Na Ação, a representante do Parquet informa que, durante a campanha eleitoral, recebeu denúncias anônimas no celular funcional do Ministério Público, bem como no site do Ministério Público, relatando ocorrências de abastecimento irregular no posto Hiperposto Comércio e transporte.


Narra a denúncia do MPE que todos os carros e motocicletas abastecidas tinham adesivos do candidato a prefeito Alexandre Siqueira. A promotora foi até o posto, juntamente com os fiscais da propaganda da Justiça Eleitoral e Polícia Militar, ocasião em que flagrou vários carros e motos sendo abastecidos, todos com adesivos do candidato. Ao ser indagado sobre o abastecimento ilegal, o representante do Posto disse que firmou um contrato com o MBD de Tucuruí, representado pelo Presidente Alexandre França Siqueira, para fornecer combustível durante o período de campanha eleitoral, mediante pagamento mensal.


Na AIJE, a promotora juntou o depoimento do dono do Posto e também de vários proprietários de veículos, onde os mesmos confirmam que receberam requisições de abastecimento para participar de carreatas do candidato e atual prefeito Alexandre Siqueira. Na Ação, a promotora pede a cassação do diploma do prefeito, Alexandre Siqueira e de seu vice, Jairo Holanda, e a realização de novas eleições no município.

1,144 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo