• O Antagônico

O Presídio de Itaituba. Os Presos. O Juiz e os Colchões



A Corregedora Geral do TJE do Pará, Rosileide Cunha, mandou oficiar o Secretário de Segurança Pública do Estado e o governador do Pará, Helder Barbalho, para resolver a pendência da falta de colchões no Centro de Recuperação de Itaituba. A queixa partiu do Juiz da Vara Criminal da Comarca de Itaituba, Agenor Cássio Nascimento Correia de Andrade, que enviou relatório à corregedoria informando que durante inspeção carcerária, realizada em janeiro deste ano, foi constatado que grande parte dos internos estão desassistidos quanto ao local de dormir, pois, faltam colchões a mais de 200 internos.


O juiz informou ainda que, na última inspeção, foi informado pelo diretor, o envio pela SEAP de cerca de 80 colchões apenas para a referida unidade prisional, não suprindo, dessa forma, a deficiência a garantia mínima de condições de dignidade do preso.

“Tendo o magistrado tomado as providências que se encontravam ao seu alcance, expeça-se ofícios ao Exmo. Governador do Estado do Pará, bem como ao Sr. Secretário de Segurança Pública, encaminhando cópia do expediente, para ciência e providências que entender cabíveis.” Frisou a corregedora.
120 visualizações0 comentário