• O Antagônico

O Vice-Prefeito de Jacareacanga. O Mandado de Prisão. A Fuga. Os Garimpos Ilegais

Atualizado: Jun 30



Bons tempos em que índio fazia a dança da chuva. Em Jacareacanga, a moda da aldeia é a “dança da fuga”. Depois de 15 dias após ter a prisão preventiva decretada pelo juiz federal Daniel Moutinho da Conceição Filho, o vice prefeito de Jacareacanga, Valmar Kaba Munduruku, continua na condição de foragido. Ele é suspeito de dar apoio ao garimpo ilegal nas terras indígenas da região. Valmar, que é indígena da etnia Munduruku, teva e prisão decretada durante a operação Mundurukânia 2, deflagrada pela PF no dia 16 de junho.


A operação foi uma resposta aos ataques contra agentes de segurança pública que participaram da Operação Mundurukânia 1, bem como dos incêndios provocados nas residências das lideranças indígenas nos dias 25 e 27 de maio. Os crimes investigados são de associação criminosa, incêndio, atentado contra a segurança de transporte marítimo, fluvial ou aéreo e coação no curso do processo, entre outros.

279 visualizações0 comentário