• O Antagônico

Os Áudios, O Fantástico, A SEAP e os Afastamentos Do Diretor Penitenciário e do Chefe de Operações



O Secretário de Administração Penitenciária do Pará, Jarbas Vasconcelos, afastou das funções o Diretor de Administração Penitenciária, Ringo Alex Rayol Frias, o chefe do Comando de Operações Penitenciárias, o tenente coronel Antônio Vicente da Silva Neto e o servidor lotado na Assessoria de Segurança Institucional, Aliandro Ricelly da Silva de Sousa. Para responder pela Diretoria de Administração Penitenciária foi nomeado o servidor João Batista Silva Barbosa e para o Comando de Operações o tenente coronel Mauro José Maués Paixão.


Os afastamentos, datados de 29 de março, são resultantes do vazamento dos áudios na internet atribuídos a integrantes da facção criminosa “Comando Vermelho”, sediada no Rio de Janeiro, e membros da alta cúpula da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado do Pará (Seap), mostrando uma suposta negociação entre o tenente-coronel Vicente Neto, da Polícia Militar e dirigentes do Comando de Operações Penitenciárias (COPE) com líderes da organização criminosa, presos no Complexo de Americano, em Santa Isabel e em Marituba, Região Metropolitana de Belém. Hoje a noite, o programa Fantástico, da Rede Globo, mostrará uma matéria completa sobre caso.


A negociação seria para que os criminosos obtivessem facilidades dentro das penitenciárias, como visitas íntimas, quatro refeições diárias, troca de colchões e monitoramento de tornozeleiras eletrônicas. A facção é suspeita de comandar, de dentro das cadeias, as execuções de policiais penais no estado. Foram pelo menos nove assassinatos desde fevereiro do ano passado.

1,442 visualizações2 comentários