• O Antagônico

Os 55 Presos. A PF. A Macedo Hospitalar e a Cristal Farma. A Filha Presa. A Audiência de Custódia



A Justiça Federal do Pará vai ter muito trabalho na manhã desta quinta-feira, 19, com a realização de umas das mais movimentadas audiências de custódia de sua história. O Juiz Federal Antônio Carlos Almeida Campelo, titular da 4.ª Vara Federal do Pará, após os cumprimentos dos Mandados de Prisão e Busca e Apreensão, realizados durante a operação da Polícia Federal deflagrada nesta quarta-feira, 18, deferiu todos os requerimentos de habilitação dos advogados dos réus e autorizou que, após a realização da audiência de custódia, a PF proceda a imediata liberação dos presos temporários, antes do prazo final, após prestarem depoimento.


Como se trata de muitos presos provisórios, 55 no total, as oitivas deverão levar dias, sendo que as temporárias expiram na próxima segunda-feira, 23. Caso seja necessária a prorrogação da prisão temporária, a mesma deverá ser solicitada com 2 dias de antecedência. O magistrado designou a audiência de custódia, para todos os presos, para esta quinta-feira, 19, às 10:00h, a ser realizada no auditório da Justiça Federal. A audiência será presencial e também realizada pelo Sistema Microsoft Teams para os presos em outra localidade.


Além de Nicolas André Tsontakis Morais, operador de todo o esquema no Pará, também foi preso, provisoriamente, ontem no Pará, Raimundo Teixeira de Macedo, conhecido empresário no meio hospitalar e que já está sendo investigado há bastante tempo. A filha dele, Evanie Figueiredo de Macedo Garcia, também foi presa ontem. Macedo é representante exclusivo de várias marcas nos estados do Pará e Amapá, dentre elas a Mindray, Baumer S.A, Fanem, Tcmne, Micromed, Fisher e Paichel.


De acordo com a investigação da PF, a empresa Pará Comercio de Equipamentos Médicos LTDA e a Macedo Hospitalar, ambas do empresário, em decorrência das buscas diligenciadas no Hospital Regional Abelardo Santos, no cumprimento da Operação SOS, e por meio do auxílio da Controladoria Geral da União, restaram evidências de que o montante de R$ 22 milhões de reais, que deveriam ter sido pago pela OS Pacaembu à empresa Macedo Hospitalar, foi remetido para a conta da empresa Pará Comércio de Equipamentos, representada pela filha do empresário, Evanie Figueiredo de Macedo Garcia, por meio de três transferências bancárias ocorridas nos dias 13, 19 e 20 de setembro, sendo, respectivamente, nos valores de R$ 5.500.000,00, R$ 10.000.000,00 e R$ 6.609.499,26.


Além disso, identificou-se, por intermédio de análise bancária, que a empresa Pará Comércio de Equipamentos, menos de uma semana depois dos recebimentos dos valores, transferiu, no dia 26 de setembro de 2019, a quantia de R$ 1.500.000,00 (1 milhão e meio de reais) para a empresa Eco Construções e Empreendimentos. A empresa também transferiu R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais), diretamente para a conta de Nicholas Freire, o “Gordo”, de forma fracionada e em períodos próximos, sendo R$ 100 mil, em 17 de abril de 2020 e, três transferências de R$ 100 mil, no dia 28 de abril de 2020. Para a PF, Macedo é peça chave na investigação, sendo elo entre Nicholas e os demais investigados no esquema criminoso.


Outro preso provisório é Waldir Raimundo de Oliveira Brito Júnior, dono da Cristal Farma. Margareth dos Santos Brito, responsável pela empresa, também foi presa pela PF. A Cristal Farma recebeu recursos das Organizações Sociais investigadas, sendo R$ 110.338,71 (Cento e dez mil, trezentos e trinta e oito reais e setenta e um centavos) do Instituto Panamericano de Gestão- IPG e R$ 41.202,02 (Quarenta e um mil, duzentos e dois reais e dois centavos) da Associação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu.


A Cristal Farma repassou parte dos valores recebidos para o Auto Posto João Paulo II. Os Mandados de ontem, cumpridos pela PF, tiveram o acompanhamento de servidores da Controladoria Geral da União, CGU e da Receita Federal. Todas as informações e provas serão compartilhadas com a investigação em andamento no Estado de São Paulo.

2,452 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo