• O Antagônico

A morte do ex-prefeito e da Vice. As Comemorações. Os 5 x 1 e a Covid


O ex-prefeito de Juruti, Isaias Batista (MDB), morreu na noite deste sábado, em Belém, após complicações da covid-19. A esposa dele, Lucídia Batista, atual prefeita de Juruti, também diagnosticada da doença, segue internada em Belém. Já o município de Curuá, no oeste paraense, está de luto pelo falecimento de sua primeira vice-prefeita, professora Helena Chaves, ocorrido na manhã de sábado. A morte do ex-prefeito de Juruti e da ex-vice de Curuá representa a cobrança da fatura, fruto da irresponsabilidade de muitos prefeitos eleitos que, mesmo diante do aumento do números de infectados, realizaram a chamada “festa da vitória”, em praça pública, reunindo milhares de pessoas. O resultado dessa irresponsabilidade é preocupante. Muitos prefeitos do Pará e Brasil afora contraíram a doença. É o caso, por exemplo, de Ipixuna do Pará, onde o prefeito eleito e a esposa, contraíram a doença durante a comemoração da vitória. Em outro giro, o mesmo exemplo se aplica ao Clube do Remo, que, jogando praticamente com time reserva, sofreu uma vexatória goleada na tarde de ontem, sendo humilhado, por 5 x 1, pelo Vila Nova. Isto na primeira partida da final do Campeonato Brasileiro da Série C. Tudo porque o time foi irresponsável ao comemorar, na Doca, o acesso a série B.Resultado : metade do time infectado e um prejuízo irreparável para o Leão. Fica a lição de que, ações, tem consequências.

68 visualizações0 comentário