• O Antagônico

Paragominas. A Merenda. O Caminhão. A Carne na Carroceria. As Licitações e a Pavicol

Atualizado: Nov 18



Duas denúncias chegaram ontem à Redação de O Antagônico, referente a prefeitura de Paragominas. A primeira refere-se ao flagrante de alimentos da Merenda Escolar, carne e frango, a céu aberto e na carroceria de caminhões, sendo entregues nas escolas do município. As fotos, registradas por um fiscal de uma das escolas, viralizou nas redes sociais.


Em nota, a Secretaria Municipal de Educação, (Semec), declarou que realmente foram constatadas irregularidades na entrega de proteínas (carne vermelha, frango, etc.) em escolas da rede pública municipal pela empresa terceirizada contratada para a execução deste serviço.

“Imagens feitas por um fiscal de uma escola - entregues à Semec -, mostram o alimento (proteínas) sendo entregues nos centros educacionais do município em veículos que não possuem câmara frigorífica. A respeito desse fato, a gestão municipal afirma não aprovar esse tipo de situação. Ratificamos que o contrato com a empresa que realiza a entrega desses alimentos exige a existência de um ‘baú refrigerado’ ou de caixas térmicas. A empresa está sendo notificada e os responsáveis serão identificados. A Secretaria Municipal de Educação, junto com a vigilância sanitária e o CAE (Conselho da Merenda Escolar) estão realizando visitas nas escolas para averiguar o caso, bem como tomar as providências cabíveis.”

Diz a nota da prefeitura.


A outra denúncia recebida por O Antagônico, atenta para um suposto esquema de “cartas marcadas” em licitações. A empresa Pavicol, que inclusive participa de licitação na PMP nesta quinta-feira, 18, já estaria sacramentada como vencedora do certame e de outros ainda a serem realizados.


Um engenheiro da Secretaria de Obras seria a pessoa que indicou a empresa. Sobre o assunto, O Antagônico aguarda posicionamento da prefeitura de Paragominas.

241 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo