• O Antagônico

Santa Maria e a Calamidade. Diana Melo, A Conta de Energia de R$ 1 Milhão e O Decreto


A ex-prefeita Diana Melo (foto), deixou o município de Santa Maria do Pará em Estado crítico e com o “pires na mão”. A afirmação é do atual prefeito, Alcyr Costa, que decretou Estado de Emergência, Calamidade Financeira e Administrativa no Município. No Decreto, o prefeito suspendeu a nomeação e atos de posse dos servidores do cadastro de reserva do Concurso Público de janeiro de 2018.


Motivos para o descalabro na prefeitura não faltam. Dentre os mais gritantes estão a situação de total descontrole administrativo, patrimonial, contábil e financeiro constatado após levantamento inicial da Comissão de Crise instalada pela falta de transição da gestão da ex-prefeita Diana Melo; O não pagamento das tarifas de energia elétrica em valor superior a R$1.150.000,00 (hum milhão e cento e cinquenta mil reais), débitos com servidores públicos decorrentes da gestão anterior, relativos ao mês de dezembro e 13º salário de 2020 em importância superior a R$1.700.000,00 (hum milhão e setecentos mil reais); a falta de recolhimento previdenciário que ocasionou o débito de R$10.672.011,00 (dez milhões, seiscentos e setenta e dois mil e onze reais) com ordem de bloqueio das contas da prefeitura.


O bloqueio de R$452.000,00 (quatrocentos e cinquenta e dois mil reais) que somado aos descontos de parcelamentos anteriores resultou na perda de quase totalidade dos recursos do FPM na primeira parcela de janeiro de 2020 e a falta de recolhimento de valores de consignados, em valor superior a R$200.000,00 (duzentos mil reais) do Banpará e do Banco do Brasil.

279 visualizações0 comentário