• O Antagônico

Santarém e os dois Infectados. Manaus, A Variante no Pará e a Contaminação Local


Sinal de alerta em Santarém. A paciente de 26 anos, que foi contaminada pela variante do novo coronavírus, informou ao Instituto Evandro Chagas que não teve proximidade com viajantes do Amazonas, estado onde foi confirmado o primeiro caso da variante brasileira. Ela também não tem histórico de viagem para o estado vizinho. O caso sugere, portanto, transmissão local, fator preocupante.


Segundo o Evandro Chagas, até o momento todos os casos da variante P1 descritos no Brasil e em outras partes do mundo têm histórico de viagem ou residência na cidade de Manaus, com exceção do caso da paciente de Santarém. Ainda de acordo com o Instituto, o paciente de Santarém, do sexo masculino, que também foi confirmado com a variante P1, informou que teve contato com sua irmã que reside na cidade de Manaus. Ela chegou a Santarém no dia 31 de dezembro de 2020 para as festas de final de ano. E no retorno para a capital amazonense teve diagnóstico para Covid-19.

86 visualizações0 comentário