• O Antagônico

Santarém. O Prefeito e a Amante. A Mais Saúde. Os 10%. O Esquema. A Promotora e a Denúncia



O cerco está se fechando em torno do prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, do MDB. A promotora de justiça Evelin Stavie dos Santos, encaminhou ao procurador geral do Ministério Público do Pará, Cesar Mattar, uma notícia de fato revelando um grande esquema criminoso envolvendo a saúde pública do município de Santarém. A denúncia revela que o nacional Osvaldo Luis Veloso mantém acordos com fins lucrativos com o prefeito, Nélio Aguiar, repassando a ele o percentual de 10% para que a OS Mais Saúde se mantenha na administração de hospitais de Santarém.


Segundo a notícia, com o acordo, Nélio Aguiar usa de sua influência com o governador Helder Barbalho para manter a Mais Saúde em outros hospitais do estado, como Castelo dos Sonhos e ltaituba. Segundo a representação, Osvaldo Luiz Veloso mantem a diretora Christiani Rodrigues da F. Schwartz no comando da Mais Saúde, sendo que a mesma não possui autonomia alguma, aduzindo que o chefe de gabinete do prefeito, Alberto Portela, tem ligação direta com a diretora do HMS, que atende todos seus pedidos, em relação a exames e pedidos de empregos, exercendo um poder muito grande sabre a mesma.


Do esquema também fariam parte Regiana Lopes Fernandes que se intitula amante do prefeito. Segundo a denúncia ela atua como coordenadora do setor de Raio X e Tomografia do Hospital Municipal de Santarém, trabalha no Hospital Sagrada Família, como técnica de radiologia, com escala no período matutino, sendo que seu cargo no hospital requer exclusividade. Regiane também faz plantão noturno na UPA 24hs.


Outra apontada como envolvida é Joycineia de Assiineao Nobre, enfermeira coordenadora de enfermagem do Hospital Municipal de Santarém, que na época da administração do Instituto Panamericano de Gestão, IPG, recebeu vários benefícios. O irmão da mesma, segundo a denúncia, prestava serviços para transportes de pacientes para a UPA e o Hemopa. Joycineia seria proprietária da empresa Smart, que atuava na comunicação do IPG e do Hospital de Campanha.


O esquema também conta, de acordo com a denúncia, com a participação direta de Nathalie Farias Silvestre, que trabalha como no HRBA, e gerente no hospital municipal de Santarém, sendo que a mesma não cumpre carga horaria, nunca bateu ponto, além de facilitar a dispensas de medicamentos para hospital de campanha e para ltaituba.

“Em analise, verifico as possíveis irregularidades apresentadas quanto a facilitação de pedidos do Sr. Alberto Portela, pela Sra. Christiani Rodnoues da F. Schwartz, dentro do hospital, além de outras irregularidades apontadas, como possíveis funcionários fantasmas, favorecimento do próprio salário e a indicação de que a prefeito Nélio Aguiar estaria participando e tendo conhecimento e influência no "esquema".”

Diz a promotora na denúncia encaminhada ao Procurador Geral do MP.

8,241 visualizações2 comentários